Páginas

sexta-feira, 22 de julho de 2011

SAMU DE IGARACY-PB - “Saúde ou Mal de Parkinson!..”

Há dois meses aproximadamente instalou-se em Igaracy o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), as expectativas em torno da prestação deste serviço à população se tornaram constante, as razões justificáveis são o descuido e esquecimento da Saúde Preventiva no Município, bem como a contratação de 40 pessoas quase todas sem experiências, para uma única AMBULÂNCIA de atendimento básico, inaptas e despreparadas, formando a Equipe específica de atendimento a prestar o socorro emergente à população de Igaracy, exemplificando: atendimento de urgência só para quem está habilitado e com experiência comprovada, quem prestar qualquer assistência sem estes requisitos pode ser punido pelo exercício ilegal da medicina. É isto que é absurdo...! e ai há muitos desencontros desde a instalação do SAMU neste Município com esta equipe contratada pelo Prefeito sem amparo legal, insisto dizendo: temo a vida do povo carente de Igaracy nas mãos de profissionais inexperientes!

No dia 07/07/2011, o protocolo da Câmara Municipal recebeu o Projeto de Lei 012/2011, datado de 05/06/2011 do Poder Executivo tratando de regulamentar os serviços e o atendimento do SAMU neste município, muito controverso a especificidade ensejada, tomei conhecimento do mesmo dia 13/07/11, sendo convocada para votar numa reunião extraordinária marcada para o dia seguinte a qual compareci, e com o espírito democrático não sufraguei a matéria em concordância com o grupo do Prefeito. Entretanto, o projeto tramitou afrontando o Regimento Interno da Casa com a junção da Emenda Modificativa 01/2011 do Vereador Líder do Prefeito Jorge Luiz Vieira Lopes que traz um único objetivo, “arrasar a Nobre Classe dos Técnicos de Enfermagens”, onde dispensa a experiência para apegar-se a teoria e ao voluntariado. Minha indignação reside ai, o Projeto estipula para contratação de funcionários com experiência mínima de um ano e registro no COREN/PB, além disso, omite e não fixa a carga horária do quadro funcional. Percebendo a irregularidade da matéria e por ter contratado pessoas inesperientes desde a instalação do SAMU, o Líder do Prefeito apresenta a Emenda Modificativa 01/2011, que se torna tão irregular e controverso o Projeto não assegurando estabilidade pra ninguém.

Notícia veiculada em um blog (blog do Beto) deste Município, condenando- me, e de forma compulsiva faz elogios ao grupo de Vereadores que apóiam o Prefeito, por terem votado a trancos e barrancos sem discutir o Projeto 012/2011. O tal blog premia com nota 10 os Colegas por votarem a unanimidade, o dito projeto. Estes, muito bem conhecem o papel do Vereador, mas enveredam pelo caminho da autopromoção, privilégios e benesses, esquecidos de que o povo tem memória aguçada quando a razão é sobrepujada e o troco? Com certeza lhes dará depois...!
Outro fato “absurdo” como diz no seu blog, o bajulador desajustado relata o salário do Vereador esquecendo-se de que o meu salário não é o maior da Classe, todos recebemos quantias iguais, ou seja, a importância de R$ 1.602,00, esquecendo-se Ele que o Senhor Prefeito embolsa a importância de R$ 8.000,00 dos cofres público, fora as suas DIÁRIAS. E assim, fica tudo bem esclarecido, jamais seria absurdo este blog do Beto relatar esses valores, ou seria? Respondam...!

Outro fato a relatar é minha postura e a minha nota, recebi uma nota com as aparências do Blog e seu responsável, e digo: envaideço-me por minhas próprias decisões sem a ingerência de bastardos e desatinados por não saber e serem conscientes de que todo o poder é transitório e passageiro.


                                     IGARACY, 15 DE JULHO DE 2011.

Vereadores:     FABRICIA MARIA LOPES
                                    GERALDO BATISTA DED SOUZA
                                    FRANCISCO ERICKE MARTINS
                                    MANOEL CESAR ALVES DE FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário